Amazônia Comicon

O Amazônia Comicon - Festival de Histórias em Quadrinhos e Cultura Pop da Amazônia - É uma realização do Grupo Ponto de Fuga, fundado a 22 anos e que defende a produção e pesquisa da linguagem das HQs. O Festival pretende reunir a produção local e nacional de quadrinhos, trazer para a capital do Pará quadrinhistas nacionais e internacionais num grande encontro de cultura Pop. Visite nossa Fanpage! https://www.facebook.com/amazoniacomicconvention

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

PNBE apresenta lista de Quadrinhos que levará às escolas .




Desde que o Programa Nacional Biblioteca na Escola começou a incluir quadrinhosss na lista de livros a serem trabalhados em sala de aula, essa é maior lista divulgada pelo programa.
A lista de publicações compradas para a distribuição em escolas públicas prova que a bola da vez é investir em adaptação literária, as adaptações para os quadrinhos é um nicho a ser explorado mais ainda pelos artistas dos quadrinhos.
Segundo informações divulgadas pelo site Omelete, a lista de mais de duzentos títulos, pode-se identificar 29 que são HQ – a lista divulgada no Diário Oficial não traz nome de autores e as editoras são identificadas por razão social, não necessariamente seu nome mais conhecido. Vinte e um dos selecionados, ou 70%, são adaptações da literatura (há até duas versões de A ilha do tesouro). A boa notícia para os quadrinistas brasileiros é que 65%, quase a mesma porcentagem, é de quadrinhos nacionais.


Confira a lista de quadrinhos selecionados:
  • O Ateneu, de Marcello Quintanilha (Ática)
  • Aventuras de Menino, de Mitsuru Adachi (L&PM)
  • 10 anos com Mafalda, de Quino (Martins Fontes)
  • A Chegada, de Shaun Tan (SM)
  • Contos de Tchekhov, de Ronaldo Antonelli e Francisco Vilachã (Escala)
  • Domínio Público 2, de vários autores (DCL)
  • Dom Casmurro, de Ivan Jaf e Rodrigo Rosa (Ática)
  • A Escrava Isaura, de Ivan Jaf e Guazzelli (Ática)
  • O Eternauta, de Héctor German Oesterheld e Francisco Solano López (Martins Editora)
  • O Fantasma de Canterville, de Sean Michael Wilson e Steve Bryant (Companhia Editora Nacional)
  • Frankenstein em quadrinhos, de Taisa Borges (Peirópolis)
  • Graphic Chillers – O médico e o monstro, de Jason Ho (Prumo)
  • O Guarani, de Juliano Oliveira e Sam Hart (Scipione)
  • Hamlet, de Emma Vieceli (Record)
  • A ilha do tesouro, de Andrew Harrar e Richard Kohlrus (DCL)
  • A ilha do tesouro, de David Chauvel e Fred Simon (Salamandra)
  • Leonardinho – Memórias do primeiro malandro, de Vicente Castro e Walter Pax (Saraiva)
  • Na colônia penal, de Sylvain Ricard e Maël (Quadrinhos na Cia.)
  • O Negrinho do Pastoreio, de André Diniz (Ygarapé)
  • Nietzsche em HQ (Singular)
  • Otelo, de Jozz e Akira Sanoki (Nemo)
  • Orixás – Do Orum ao Ayê, de Alex Mir, Caio Majado e Omar Viñole (Marco Zero)
  • Os passarinhos e outros bichos, de Estevão Ribeiro (Balão Editorial)
  • O Quinze, de Shiko (Ática)
  • Sete histórias de pescaria do seu Vivinho, de Fábio Sombra e João Marcos (Abacatte Editorial)
  • Sonho de uma noite de verão, de Lillo Parra e Wanderson de Souza (Nemo
  • A terceira margem do rio em graphic novel, de Fábio Sombra e João Marcos (Ediouro)
  • Três sombras, de Cyril Pedrosa (Quadrinhos na Cia.)
  • A Turma do Pererê – Coisas do coração, de Ziraldo (Globo Livros)
A lista completa de livros ainda inclui obras literárias mais pop como A invenção de Hugo Cabret, Coraline e A Fantástica Fábrica de Chocolate. Cada livro costuma ganhar nova tiragem, geralmente maior que as tradicionais baixas tiragens do mercado editorial, para atender a demanda das bibliotecas escolares. Com isso, as editoras estão fazendo festa.ichelle Ramos
Roteirista de Histórias em Quadrinhos, e criadora do site Zine Brasil. Saiba mais da autora acessando http://michelleramos.wordpress.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário